CAPACITAÇÃO

PÚBLICO-ALVO

O curso é destinado a profissionais que estejam cursando ou que já tenham concluído ensino superior. O caráter transdisciplinar da Dançaterapia permite que vários profissionais possam se instrumentalizar no método e incrementar suas atuações, como psicólogos, bailarinos, terapeutas ocupacionais, educadores, fisioterapeutas, artistas, profissionais da saúde, profissionais que trabalham com pessoas portadoras de necessidades especiais, representantes do terceiro setor, fonoaudiólogos, assistentes sociais, profissionais de recursos humanos e médicos.

O curso tem duração de dois anos, carga horária de 200h e é dividido em duas etapas:

CURSO BÁSICO DE DANÇATERAPIA

Os módulos introdutórios, que acolhem estudantes e profissionais de todo o Brasil, possibilitam uma vivência inicial em Dançaterapia, com propostas básicas para estimular o movimento criativo. O curso básico é realizado bimestralmente. São seis módulos teórico-práticos subdivididos em módulos vivenciais de Dançaterapia, laboratórios de disciplinas complementares, estudo e orientação de projetos (100h).

Ao final desta primeira etapa, o aluno recebe a certificação de Facilitador – Nível Básico – em Dançaterapia. 

CURSO AVANÇADO DE DANÇATERAPIA

Para que o profissional possa desenvolver a prática da Dançaterapia com responsabilidade, segurança e desenvoltura é recomendado prosseguir os estudos para aperfeiçoamento no curso avançado de Dançaterapia, composto por mais seis módulos avançados de capacitação distribuídos no aprofundamento das vivências, apresentação de novos estímulos em Dançaterapia e supervisão (100h).

Após ter cumprido as duas etapas, o aluno recebe uma segunda certificação que o habilita como Facilitador – Nível Avançado – em Dançaterapia. Uma vez preenchidos todos os requisitos necessários como profissional, poderá tornar-se facilitador credenciado pelo Espaço Vívere – os certificados serão emitidos pelo Espaço Vívere. 

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

- Utilização da linguagem não verbal;

- Desenvolvimento da percepção de si, do outro e do espaço por meio dos movimentos;

- Uso da voz e do corpo – exploração do “som” corporal;

- Reconhecimento e domínio da unidade e energia do corpo;

- Conhecimento do ritmo interno e sua relação com a palavra;

- Estímulos não audíveis: o silêncio e o ritmo do coração;

- Escuta corpórea da música;

- Capacidade de despertar e sentir emoções;

- Uso de linhas, cores e formas como recursos de comunicação com os surdos e hipoacústicos;

- Estímulos criativos para mobilizar o corpo;

- Estímulos visuais e musicais para pessoas com diferentes limitações;

- Exercícios para trabalhar a concentração, imaginação, expressão e integração com o grupo;

- Sensibilização e improvisação – reconhecimento da música pelo corpo;

- Importância da Dançaterapia para indivíduos com distúrbios emocionais e psicológicos;

- Importância da Dançaterapia para pessoas com necessidades especiais;

- Comunicação corporal;

- Tradições no Oriente e no Ocidente, aspectos filosóficos de Nietzsche, apontamentos na Teoria Psicodramática;

- Anatomia do Movimento;

- Música e seus elementos. 

 

PRÓXIMOS EVENTOS

AGENDA:

 

Em breve teremos outros eventos.